Curriculum vitae



Pobieranie 12.55 Kb.
Data06.05.2016
Rozmiar12.55 Kb.
CURRICULUM VITAE
FRANCISCO ANTÓNIO LUCAS PIRES, nasceu em Coimbra, a 15 de Setembro de 1944. Casado com Maria Teresa Bahia de Almeida Garrett. Pai de Jacinto, Rafael, Martinho e Simão de Almeida Garrett Lucas Pires.
Licenciado em Direito em 1966, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, aí concluiu depois o Curso Complementar de Ciências Político-Económicas com 18 valores, o que lhe valeu o prémio atribuído pela Faculdade para a melhor tese deste curso. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian em Tübingen, na RFA, onde trabalhou sob a orientação do Prof. Dr. Otto Bachof. Doutorou-se pela Faculdade de Direito de Coimbra por unanimidade e com a classificação máxima. Foi Professor de Direito Constitucional e de Direito Europeu no Curso Geral e no Curso de mestrado. Participou a este título em inúmeros júris de doutoramento e mestrado. Foi Professor do Curso de Direito na Universidade Católica Portuguesa no Porto e dirigiu o Curso de Direito da Universidade Autónoma de Lisboa.
Autor de vários livros sobre Direito Constitucional e assuntos políticos entre os quais "O Problema da Constituição" (1970) ; "Soberania e Autonomia" (1974); "Uma Constituição para Portugal" (1975); "Na Hora Europeia" (1986); "Teoria da Constituição de 1976 : A Transição Dualista" (1988); "Tratados que Instituem a Comunidade e a União Europeias" (2ª ed. 1994); "Os Novos Direitos dos Portugueses" (1994); "O que é a Europa" (ª ed., 1994); "Portugal e o Futuro da União Europeia" (2ª ed., 1995); "Regionalização e Europa" (1996); "Schengen e a Comunidade de Países Lusófonos" (1997) e "Introdução ao Direito Constitucional Europeu" (1997). Publicação póstuma dos seus livros : "Introdução à Ciência Política", em Outubro de 1998 e "Amsterdão: Do Mercado à Sociedade Europeia," em Janeiro de 1999.
Fez parte da redacção da Revista de Legislação e Jurisprudência. Integrou a direcção do Instituto Jus Gentium. Foi membro do Grupo Permanente sobre a Constituição Europeia da Universidade de South Bank de Londres, do Curatorium do Centro Luso-Galaico da Universidade de Trier e do Conselho de Administração da Fundação Pégaso, com sede em Bruxelas.
Tem, além disso, colaboração dispersa por inúmeros jornais e outros órgãos de informação. Em ocasiões diversas foi colaborador regular do Diário de Notícias, Semanário, Rádio Comercial, Público e Jogo ( tendo aliás, assinado textos nos dois primeiros números deste dois últimos). Tem colaboração publicada também em diversas revistas (Forum Europa, Brotéria, European Brief, Objectif Europe, Análise Social, Revista de Direito e de Estudos Sociais, entre outras) e participação em livros conjuntos. Tem intervenções em inúmeros Congressos e noutras ocasiões como conferencista a nível nacional e internacional.
Além de Professor, foi Advogado, Jurisconsulto, Presidente e Vogal de Tribunais Arbitrais. Presidiu também à Assembleia Geral de várias sociedades de cariz cultural, económico e desportivo.
No campo desportivo foi campeão nacional de basquetebol ( iniciados) pela Associação Académica de Coimbra e, como dirigente, no início dos anos 70, Presidente da Associação de Futebol de Coimbra e membro da Direcção da Federação Portuguesa de Futebol. Em fins de 1995 representou a FPF no Comité de Peritos da UEFA para as relações com a União Europeia.
Foi Coordenador-Geral da Aliança Democrática (1979), função no exercício da qual presidia ao Conselho Coordenador dos três partidos que integravam a referida coligação.
Foi Deputado à Assembleia da República durante dez anos pelos círculos do Porto, Coimbra e Lisboa e Presidente das Comissões Parlamentares de Negócios Estrangeiros e Poder Local. Em 1995 foi de novo eleito deputado à AR agora pelo círculo de Viana do Castelo.
Foi Ministro da Cultura e da Coordenação Científica ( 1982 - 1983).
Foi sócio honorário da Associação dos Jovens Farmacêuticos e da Associação dos Enófilos da Bairrada. No seu primeiro ano como Ministro foi eleito pelos jornalistas do semanário Expresso como a "personalidade nacional do ano". Como Deputado foi eleito durante vários anos pelos jornalistas do ex-semanário Tempo como o "Deputado do ano". Recebeu também prémios do programa radiofónico os Parodiantes de Lisboa como " o político com mais humor" e da revista Sábado pela "frase do ano".

Foi Presidente do CDS-Partido do Centro Democrático Social (1983 - 1985).


Foi membro do Conselho de Estado (1983 - 1985).
Foi Vice-Presidente da União Europeia das Democracias Cristãs (UEDC) 1984-1985-1986 e um dos seis Vice-Presidentes da União Democrática Internacional (UDI) que reunia 26 partidos de centro e direita de todo o mundo. Foi também Vice-presidente de uma das duas Comissões especializadas na Conferência Mundial de Ministros da Cultura que teve lugar no México, em 1982.
Foi membro da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa - como membro da primeira delegação portuguesa - e aí desempenhou as funções de Vice-Presidente do Grupo Parlamentar Democrata Cristão.
Demitiu-se do CDS em Novembro de 1991. Foi deputado no Parlamento Europeu para a legislatura de 1994 - 1999 eleito como independente nas listas do PSD. Aderiu ao PSD, após adesão deste Partido ao PPE, em 1997.
Foi o primeiro Vice-Presidente português do Parlamento Europeu (1986 -1987), função para a qual foi eleito por unanimidade. Foi Coordenador e Porta Voz político do Grupo Parlamentar do PPE e 1º Vice-Presidente da Fundação Democrata Cristã Europeia para a Cooperação.
Foi desde a sua fundação até 1995 membro permanente do júri do Prémio Pessoa. Foi membro do júri do Prémio Robert Schuman. Foi Vice-Presidente da Fundação Democrata-Cristã para a Cooperação.
Foi o primeiro membro a título individual do Partido Popular Europeu (PPE).Integrou a equipa de reflexão estratégica "Nostradamus", do Grupo PPE.
Foi agraciado com a "Medalha Pro-Mérito" do Conselho da Europa, com a Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha, com a Grande Insígnia de Honra em Ouro da República da Áustria, com a Grã-Cruz da Ordem de Isabel a Católica pelo Governo de Espanha e, a título póstumo com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo da República Portuguesa e com a Medalha Robert Schuman.
Vice-Presidente do Parlamento Europeu em 1998.

Faleceu em 22 de Maio de 1998.




©absta.pl 2019
wyślij wiadomość

    Strona główna